Orquestra e Coro Gulbenkian e maestro Michael Zilm estreiam Festival de Sintra - 53º Festival de Sintra
19090
post-template-default,single,single-post,postid-19090,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-9.1.3,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive

Orquestra e Coro Gulbenkian e maestro Michael Zilm estreiam Festival de Sintra

20 Set Orquestra e Coro Gulbenkian e maestro Michael Zilm estreiam Festival de Sintra

Sintra vai receber alguns dos melhores artistas nacionais e internacionais e jovens revelações em locais históricos, repletos de carisma e tradição já a partir de quinta-feira, dia 20 de setembro.

Até 14 de outubro decorre a 53ª edição do Festival  Internacional de Música de Sintra, que tem como mote “A Montanha Mágica” e pretende aliar a música à literatura.

O festival tem início com um concerto pela Orquestra e Coro Gulbenkian, ao comando do maestro Michael Zilm, e com as participações de Patrycja Gabrel (soparano) Cátia Moreso (meio soprano) e Paula Lobo Antunes e Luis Madureira como narradores. O concerto conta com temas de Franz Schubert e Felix Mendelssohn e realiza-se no Centro Cultural Olga Cadaval, no dia 20 de setembro, às 21h30.

O Terreiro do Palácio Nacional da Vila recebe no dia 22 de setembro, às 18h30, o concerto gratuito da Jovem Orquestra Portuguesa e maestro Pedro Carneiro, com temas de G.F. Haendel.

O contratenor Maarten Engeltjes e Prjct Amsterdam vão tocar temas de Vivaldi e G.F. Haendel, no dia 23 de setembro, às 21h00, no Palácio Nacional de Queluz.

O Festival Internacional de Sintra apresenta programação com participações de grande relevo internacional como o contratenor Maarten Engeltjes ou a mezzo-soprano Wallis Giunta e os The Myrthen Ensemble – pela 1ª vez em Portugal, um dos maiores pianistas mundiais Boris Berezovsky e ainda Andrei Korobeinikov, para além de um vasto elenco de músicos como o violoncelista Alban Gerhardt, o Trio Arbós, Aris Quartett, Artur Pizarro, Valentina Lisitsa, António Rosado e cinco orquestras nacionais e agrupamentos corais entre outros solistas.

A 53.ª edição do Festival de Sintra decorre em diversos locais ao longo do concelho de Sintra, descentralizando e levando a música a mais freguesias do concelho de Sintra. Aos espaços já consagrados como o Centro Cultural Olga Cadaval, Palácio Nacional de Sintra e Palácio Nacional de Queluz, juntam-se nesta edição a emblemática Igreja de Nossa Senhora da Conceição da Ulgueira e a fenomenal acústica da Igreja Nossa Senhora da Assunção Matriz de Colares.

A Sociedade Filarmónica Boa União Montelavarense, em Montelavar, e três escolas do concelho: Escola Secundária Padre Alberto-Neto – Queluz, Escola Básica 2,3 da Terrugem e Escola Secundária de Santa Maria – Sintra, completam o que serão os panos de fundo deste Festival e confirmam a pretendida diversificação de geografias e públicos.

Organizado pela Câmara Municipal de Sintra e com o apoio da Parques de Sintra Monte da Lua, este mítico festival apresenta 19 concertos e cinco orquestras, em diferentes locais do concelho.

 

TVI / Você na tv! – Em estúdio a diretora artística Gabriela Canavilhas.

SIC Notícias / Edição da Manhã – Conselho de Sintra recebe festival de música clássica, mais antigo e prestigiado Festival de música clássica do país começa hoje. Convidada Gabriela Canavilhas.

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.